TLA

A solução escalável e adaptável para todos os seus projetos

O modelo STA R Max possui um modo de conexão universal, o que significa que eles podem ser integrados em qualquer linha automatizada no mercado, as chamadas TLA (Total Laboratory Automation).

O STA R Max pode gerenciar tubos com tampa, e a arquitetura do sistema permitirá adicionar tubos de amostra urgentes manualmente, mesmo no modo conectado.

Sua extensa capacidade interna de racks, se adapta perfeitamente a todos os tipos de fluxos de tubos, mantendo um ótimo tempo analítico total (TAT).

O analisador foi projetado para evitar qualquer movimento desnecessário de tubos na linha. Isso torna o sistema totalmente compatível com um método Lean, pois um tubo pode ser armazenado no analisador até a validação técnica do resultado do paciente, após o qual é liberado. Isso evita que a linha automatizada fique congestionada com os tubos de hemostasia esperando para serem processados (repetições pendentes e parâmetros adicionais). Também elimina as limitações específicas da hemostasia (não é necessário armazenar em um local refrigerado ou definir um módulo de armazenamento temporário para os tubos de hemostasia na linha), uma vez que o tubo é liberado somente depois que as repetições e adições de parâmetros terminam.

Assim, não é de surpreender que, só em 2018, mais de 250 analisadores das famílias STA-R e STA R Max tenham sido instalados em todo o mundo.

Topo